domingo, 24 de junho de 2012

UFC 147 no Mineirinho em Belo Horizonte - MG

     O UFC 147 foi realizado na Arena Mineirinho em Belo Horizonte Minas Gerais e contou com a presença de mais de 16 mil espectadores. O público surpreendeu o presidente do UFC - Ultimate Figthing Championship - maior espetáculo de MMA - Mixed Martial Arts - Artes Marciais Mistas, Danna White que ficou encantado com o público, que chegou a tirar fotos e postar em sites reconhecendo a contribuição e o carinho do povo mineiro com o UFC 147.



     A primeira luta do Card Principal foi entre Fabrício Verdum e Mike Russow. A luta começou eletrizante e com o brasileiro partindo pra cima do seu oponente. E antes do fim do primeiro round Fabrício Verdum nocauteou o americano Russow e ficou com a vitória.


     A segunda luta, que valia como a final dos pesos penas, categoria até 66 kg, do The Ultimate Fither Brasil - O TUF, e foi realizada entre Rony Mariano Bezerra, o Rony Jason, 28 anos, 1,79m de altura e Godofredo Castro - o Pepey, 24 anos e 1,70 m de altura. Pepey, desde o início do combate buscou a luta de chão na tentativa de dar uma chave de braço, mas o juiz levava para cima. No segundo round continuou a trocação e Jason não queria levar para o solo, Pepey chamava a luta e terminou com a vitória parcial por 10 a 9. Já no último round, Jason sentiu um golpe baixo, o que deu um tempo para se recuperar, depois ainda houve mais um. Encerrada a luta foi conhecido o vencedor, que levou um troféu e um posterior contrato com o UFC, por decisão dos juízes com os votos por 2x1, Rony Jason foi o grande vencedor dos pesos pena.


     A terceira luta foi a final dos pesos médios, categoria até 84,400 kg, do TUF - Brasil entre Cezar Ferreira - O Mutante, 27 anos, 1,85 m de altura, 83,5 kg e faixa preta de Jiu-Jitsu e Sérgio Moraes, 29 anos, 1,82 m de altura e 83,9 kg. O Mutante diz que iria para vencer por finalização ou por nocaute e estava confiante e não era diferente de Serginho Moraes. Mutante ataca mais e seu oponente sempre cauteloso e contra-atacando com agilidade e se sentindo muito bem na luta e até sorrindo em alguns momentos. Já no segundo round o Mutante cresceu na luta e castigou Serginho com dois golpes bem encaixados, uma meia lua que o castigou bastante e ou deixou sangrando.
A luta ficou sensacional no fim do segundo round com uma reação incrível de Serginho que quase nocauteou Mutante. O combate seguiu e o Serginho esperava o adversário no chão, mas Mutante o mandava levantar. Mutante seguia dominando a luta, enquanto Serginho se mostrou muito aguerrido e guerreiro.
Por decisão unânime dos juízes, a vitória e o contrato com o UFC foi para Cezar Ferreira - O Mutante.


     A tão esperada luta da noite ficou por conta de Wanderlei Silva - O Cachorro-Louco, 35 anos, 1,80 m e 86 kg e Rich Franklin, o Ace Ventura, 37 anos, 1,85 m e 86 kg em uma categoria chamada de Peso Combinado, 86 kg, em que os oponentes não iriam atingir o peso necessário.
As luzes se apagam e aparece Wanderlei Silva entrando e a galera vai ao delírio com muitos aplausos.
O combate começa com muito respeito entre os adversários, e o brasileiro acerta uma direita no americano. Boa trocação e termina o primeiro round com muita igualdade, mas com o americano dominando o centro do octógono.
     No segundo round Wanderlei parte para o ataque e a torcida vai ao delírio gritando o nome do brasileiro, que foi bastante castigado, mas que acertou vários golpes certeiros também ao reagir no finalzinho e castigou  Franklin por mais de um minuto e foi salvo ao soar o gongo para o fim do segundo round.
O terceiro round o Cachorro-Louco voltou bastante focado e só atacava no momento certo, mas continuou com o adversário sempre o acertando e levou para o solo no final e desta vez foi Wanderlei que foi salvo pelo gongo.
     4º round: Rich Franklin dominando a luta e o centro do octógono e o brasileiro o acertou com um golpe baixo, que deu um fôlego para o adversário, que voltou a atacar, somente no final que Wanderlei acertou dois bons golpes.
5º round: Já no início os dois adversários se cumprimentam em sinal de respeito entre os atletas. Wanderlei neste momento sabia que precisava atacar para pontuar, pois estava em desvantagem no placar e buscou a luta e atacou, mas o americano continuava o castigando com socos e sempre mantendo a distância e por decisão unânimes dos juízes a vitória foi, novamente, para o americano Rich Franklin. 

imagem: gettyimages: Franklin vence Silva no UFC 147


Postado por: Nilton Silveira

2 comentários:

ELAINE disse...

Meu amigo Nilton! Parabéns pela postagem! Bem feita, completa e informativa! Gostei muito da Template Nova! A distância afasta, mas não separa os corações que mantém uma amizade sincera! Adorei a visita! Seja sempre bem-vindo! Uma abençoada semana, repleta de muita paz e alegria! Grande e carinhoso abraço!
Elaine Averbuch Neves
http://elaine-dedentroprafora.blogspot.com.br/

Nilton Silveira disse...

Querida Elaine,
Estive meio sem tempo, mas estou sempre me lembrando de todos que fazem parte da minha vida e você é uma delas...
Obrigado pela visita!
Abs

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ofertas

Receba todas as atualizações através do Facebook. Basta clicar no botão Curtir abaixo!

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets