segunda-feira, 7 de novembro de 2016

Multas de trânsito até 10 vezes mais caras

aumento-das-multas-de-transito-multas-mais-caras

            Olá Pessoal,

Hoje o tema são as multas de trânsito, que mais uma vez ficaram mais caras. É isso mesmo, com aumento de mais de 60% as multas de trânsito passaram a pesar mais no bolso do contribuinte. Além de multas de transito até 10 vezes mais caras tivemos ainda muitas outras mudanças. Acompanhe!

Não somente isso, enquanto atravessamos um momento de profunda recessão no país, nos deparamos com situações como estas em que as cargas tributárias aumentam cada vez mais.

Dentre as mudanças, além dos aumentos que ocorreram (O aumento ocorreu de acordo com a Lei nº 13.281 do dia 05 de Maio de 2016) estão as “elevações de patamares” das infrações, como por exemplo, uma multa que era considerada média poderá ser de grau gravíssimo, sofrendo portanto um sonoro aumento do preço.

As infrações cometidas desde o dia 1º terão penalidades mais pesadas. O aumento das multas, que foram de até 66%, serão de R$ 88,00 (infração leve) a R$ 293,47 (gravíssima).

Algumas infrações ficaram mais pesadas para o condutor: usar o celular ao volante, por exemplo, que é enquadrado como "dirigir com apenas uma das mãos", passará de grau médio para gravíssimo.

Assim, a multa saltará dos atuais R$ 85,13 para R$ 293,47, e os pontos na carteira de habilitação subirão de 4 para 7 pontos perdidos. Ainda para o celular, o texto da lei passa citar que é infração segurar ou manusear o aparelho.

Assim, o motorista que manda mensagens de texto ou fica olhando sites e redes sociais também poderá ser punido, mesmo quando estiver parado no semáforo.

multas-aumento-das-multas-infracoes-de-transito

     Pesquisas realizadas pela Universidade de Utah, nos Estados Unidos, mostram que a falta de atenção foi responsável por aproximadamente 40% dos 48 mil acidentes em rodovias federais no primeiro semestre. O uso crescente do celular no Brasil tem feito com que a combinação celular e direção aumentem em mais de 400% as chances de acidentes.
     Segundo a pesquisa, o motorista perde, no mínimo, cerca de cinco segundos de atenção ao desviar seu olhar para ler a mensagem. Se estiver a 80 km/h terá percorrido um campo de futebol, sem ver o que está acontecendo do lado de fora. A pesquisa constatou também, que 78% dos adolescentes e jovens dos Estados Unidos declaram já ter lido mensagens de texto ao volante e 71% afirmaram já terem escrito mensagens enquanto dirigiam.
     A penalidade passa a ser considerada infração de natureza gravíssima e passível de multa no valor de R$ 293,47 e 07(sete) pontos no prontuário, a PRF (Polícia Rodoviária Federal) multou mais de 23 mil condutores por falta de atenção ou uso do celular ao volante somente no primeiro semestre de 2016.
Fonte
Você deve gostar de:

Veja o que mudou nos valores das multas de acordo com o CONTRAN desde o dia 1º de novembro de 2016:

Infração leve

- De R$ 53,20 para R$ 88,38 ( +66% de aumento)
Exemplos: parar sobre a faixa de pedestres ou calçada, usar a buzina em local ou horário proibidos pela sinalização.

Infração média

- De R$ 85,13 para R$ 130,16 (+52% de aumento)
Exemplos: transitar em horário ou local proibidos, dirigir com o braço para fora, farol ou lanterna queimados.

Infração grave

- De R$ 127,69 para R$ 195,23 (+52% de aumento)
Exemplos: estacionar sobre faixa de pedestres ou ciclovia, não dar seta, conduzir o veículo em mau estado de conservação (pneu careca, por exemplo).

Infração gravíssima

- De R$ 191,54 para R$ 293,47 (+53% de aumento)
Exemplos: falar ou manusear celular ao volante, estacionar em vagas reservadas para deficientes e idosos, dirigir sem carteira de habilitação, disputar racha, forçar a ultrapassagem em estradas e recusar fazer o teste do bafômetro.
aumento-do-valor-das-multas-de-transito
O Site Doutor Multas, que por sinal é muito bom sobre o tema de multas e infrações de trânsito, bem como pode lhe acessorar na hora de recorrer multas indevidas, possui um post sobre Os Novos Valores de Multas - Confira!

Saiba porque ocorreu o aumento

As multas básicas não sofriam reajustes desde 2000, quando o antigo indexador do valor das multas (Ufir) foi extinto. Em 2002, uma resolução fixou o valor atual em reais. Desde então, não houve correção. As elevações que ocorreram foram para certas infrações consideradas mais perigosas e por meio de um fator multiplicador.
O próximo aumento foi anunciado em maio último, com prazo de 180 dias para começar a valer. O Conselho Nacional de Trânsito (Contran) ainda poderá corrigir os valores das multas anualmente, com reajuste máximo dado pela inflação (IPCA) do ano anterior.

Recusa ao bafômetro

A partir do dia 01 de Novembro de 2016, data em que as multas entraram em vigor, as multas mais pesadas, que são as infrações gravíssimas com multiplicador de 10 vezes, passam a ser de R$ 2.934,70.
Este é o valor previsto, por exemplo, para quem é pego disputando racha ou forçando a ultrapassagem em estradas.
Também poderá pagar o valor máximo quem se recusar a fazer teste de bafômetro, exame clínico ou perícia para verificar presença de álcool ou drogas no corpo, neste caso, se ele for reincidente em menos de 1 ano, a multa será dobrada, chegando a R$ 5.869,40.
Fonte


E aí, as informações foram úteis? 
Deixe sua pergunta ou o seu comentário abaixo. 
Compartilhe e divulgue estas informações!!

Pense o Amanhã

Postado por: Nilton Silveira

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ofertas

Receba todas as atualizações através do Facebook. Basta clicar no botão Curtir abaixo!

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets