domingo, 9 de outubro de 2016

Cruzeiro vence a Ponte Preta e deixa o Z-4


Neste sábado, o Cruzeiro recebeu a Ponte Preta no Mineirão. Precisando vencer para deixar a zona de rebaixamento, o time celeste venceu por 2 a 0. O Cruzeiro vence a Ponte Preta e deixa o Z-4. O atacante Ábila abriu o placar para os cruzeirenses, ainda no início do jogo, e Robinho fechou a conta já na etapa final.

Com o resultado, o Cruzeiro subiu cinco posições e agora ocupa o 12º lugar, com 36 pontos. Já a Ponte permanece em 10º, com 39, e perdeu a chance de encostar no G-6 da tabela.
A Ponte Preta chegou ao Mineirão nos primeiros minutos de jogo com uma postura defensiva. O time de Baptista esperava o Cruzeiro com o tradicional 4-1-4-1, com as linhas muito bem ensaiadas, e os jogadores buscavam o ataque com velocidade.

A dura marcação da Ponte Preta surtiu efeito até os 11 minutos. Em um vacilo na saída de bola, Rafael Sóbis roubou a bola e cruzou na área. Ramon Abila esperto, dominou a ponto de bater, e soltou a pancada.

Após o gol, o Cruzeiro melhorou. No lance seguinte ao tento, a Raposa chegou com perigo e Robinho teve grande chance de ampliar, mas finalizou fraco.

Aos 24 a Ponte chegou com bastante perigo e usou sua proposta inicial de jogo. O Cruzeiro subiu com força para tentar ampliar a vantagem, mas perdeu a bola e viu a Macaca chegar com velocidade. Pottker tinha a bola dominada, driblou e finalizou, a bola passou perto.

O jogo passou a ficar muito duro dos dois lados, com as equipes aguardando as melhores oportunidades. O Cruzeiro era mais ativo no ataque, mas pouco conseguia criar.



Segundo tempo

A volta do intervalo teve novamente o domínio do Cruzeiro, que tinha mais a posse de bola. Com o time mais solto em campo, porém, ficou mais fácil de criar as jogadas.

Logo nos primeiros minutos, a Raposa conseguiu uma ótima chance, em lançamento na área, Sobis desviou de cabeça e Aranha fez boa defesa.

O Cruzeiro seguiu melhor durante a primeira parte do segundo tempo, o que refletia em algumas boas jogadas. Aos 13, Ramon Ábila até conseguiu balançar novamente as redes, mas o auxiliar observou impedimento.

Mesmo com as alterações feitas, a Ponte Preta não tinha força suficiente para superar a Raposa no Mineirão. Com isso, o Cruzeiro aproveitava para criar oportunidades e chegar com mais força.

Quando a partida tinha momento técnico questionável, Robinho tratou de acabar com a situação. Com um belo toque, tirou Aranha do lance e ampliou a vantagem, para dar tranquilidade para o Cruzeiro.

O restante do jogo foi de tranquilidade para o Cruzeiro, já que a Ponte Preta não tinha mais forças e abria cada vez mais espaços e a Raposa era melhor em campo.
A disputa na luta contra a queda no Campeonato Brasileiro segue bastante emocionante. Prova disso é o Cruzeiro conseguir sair da zona de rebaixamento para a 12ª colocação, com 36 pontos, apenas com uma vitória, sobre a Ponte Preta, por 2 a 0, no Mineirão, na noite deste sábado.

A apertada vitória do Cruzeiro passou pelos pés de Ramon Ábila e Robinho. Nos primeiros minutos de jogo o argentino recebeu a bola na área e finalizou com força para não dar chances para o goleiro Aranha – e acabar com a seca de um mês sem balançar as redes. Na etapa complementar, Robinho deu tranquilidade quando a Ponte sonhava em buscar a igualdade.
Agora na sequência de sua luta contra a série B, o Cruzeiro tem parada dura pela frente. A Raposa enfrenta o Palmeiras, fora de casa, na próxima quinta-feira, às 19h30 (de Brasília). Já a Ponte Preta espera o Vitória, no Moisés Lucarelli, no mesmo dia e horário.



FICHA TÉCNICA

CRUZEIRO x PONTE PRETA
Data/Hora: 08/10/2016, às 21h
Local: Mineirão, em Belo Horizonte
Árbitro: Anderson Daronco (RS)
Auxiliares: Rafael da Silva Alves (RS) e Elio Nepomuceno de Andrade Júnior (RS)

GOLS: Ábila, 11'1ºT (1-0); Robinho, 35'2ºT (2-0)
Cartões amarelos: Rafael Sóbis, Edimar (CRU); Elton, Thiago Galhardo (PPR)
Cartão vermelho: Não teve.
Público/Renda: Ainda não divulgados.

CRUZEIRO: Rafael; Ezequiel, Leo, Bruno Rodrigo e Edimar; Henrique, Lucas Romero, Robinho e Rafinha (Alisson -37'2ºT); Rafael Sóbis (Elber - 20'2ºT) e Ramón Ábila (Willian - 32'2ºT). Técnico: Mano Menezes.

PONTE PRETA: Aranha, Nino Paraíba, Antônio Carlos, Fábio Ferreira e Reinaldo; Elton, Wendel (Matheus Jesus - 32'2ºT) e Maycon (Thiago Galhardo); Felipe Azevedo (Zé Roberto - 22'2ºT), Pottker e Roger. Técnico: Eduardo Baptista.

Postado por: Nilton Silveira

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ofertas

Receba todas as atualizações através do Facebook. Basta clicar no botão Curtir abaixo!

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets