quinta-feira, 13 de outubro de 2016

FIFA muda formato da Copa do Mundo: 48 seleções

fifa-muda-formato-da-copa-do-mundo-48-selecoes-ranking-de-selecoes
Gianni Infantino: Presidente da FIFA
     Sim, senhores!! É justamente isso: FIFA muda formato da Copa do Mundo: 48 seleções é o que pretende Infantino para o torneio. Ele propunha 40 seleções em campanha. Veja aqui.

     O Presidente da FIFA Gianni Infantino confirmou durante reunião do Conselho FIFA em Zurique na Suíça que “defende Copa do Mundo com 48 equipes para abrir mais oportunidades”. Surgiu ainda, neste mesmo evento , a informação de que o formato de ranking de seleções e da própria Copa do Mundo deverá mudar nos próximos anos.

     Não é comum ouvir falar que a FIFA muda o formato da Copa do Mundo, mas como já vinha sendo proposto pelo atual presidente algumas mudanças, então não devemos espantar com o que pode acontecer nos próximos anos no futebol mundial.
     
     O Presidente da FIFA, Gianni Infantino revelou um modelo "FIFA 2.0: A Visão para o Futuro" - foi a primeira vez na história da FIFA que publicou um roteiro para como crescer de forma mais eficaz o jogo, melhorar a experiência do futebol para fãs e jogadores e construir uma instituição mais forte.

     Outra mudança seria o sistema de ranking de seleções da FIFA, que provavelmente vai mudar. A informação é de uma pessoa do alto escalão da FIFA que ouviu a frase da diretoria de competições da entidade. A questão ainda está em fase inicial e os novos parâmetros ainda não foram definidos, mas estão em discussão entre as dezenas de outras medidas que a FIFA vem anunciando para tentar recuperar a imagem estilhaçada pelos escândalos que colocaram um fim à era Blatter. Atualmente, o sistema de ranqueamento(ranking) de seleções é feito com a fórmula: P (total de pontos) = M (partida) x I (importância da partida) x T (força do adversário) x C (força da confederação a que pertence o adversário). 

     De acordo com a última atualização do Ranking FIFA, a Argentina lidera com 1646 pontos, seguida por Bélgica (1369), Alemanha (1347) e Colômbia e Brasil empatados com 1323 pontos. A próxima atualização ocorrerá no dia 20 de outubro. Agora é sentar e esperar como ficarão essas mudanças.


mudanca-copa-do-mundo-48-paises-mais-uma-sede
Infantino fala em mais de uma Sede para realização da
 Copa do Mundo
     Infantino disse que "o trabalho previsto no âmbito da nova visão demonstra a natureza de longo alcance da mudança em curso na FIFA. Como parte deste trabalho, a FIFA irá:
• Investir US $ 4 bilhões na próxima década no desenvolvimento do futebol através de 211 federações afiliadas à FIFA no âmbito do Programa Avançado FIFA e iniciativas de financiamento adicionais.
• Aumentar a participação total no futebol - jogadores, treinadores, árbitros e torcedores - 45-60 por cento da população global.
• Defina a meta de dobrar, para 60 milhões, o número de jogadores de futebol feminino em todo o mundo até 2026, através do desenvolvimento e execução de uma estratégia para trazer o futebol feminino para o “centro das atenções”.
• Mudar o modelo atual para assumir o controle mais direto de operações críticas de negócios, incluindo a Copa do Mundo da FIFA emissão de bilhetes e Copa do Mundo FIFA...”

     Preocupado com os gastos para a realização da próxima Copa do Mundo (Rússia 2018), Infantino disse estar revendo o chamado por ele de “padrão FIFA”, que exige uma série de premissas para a realização do campeonato, pois depende de construção de estádios com determinada forma e infraestrutura. Segundo ele, sendo assim, uma das opções seria dividir a responsabilidade de organizar um dos maiores eventos esportivos do mundo com mais de um país.

     Ele (Gianni Infantino) disse: “Isso ainda está em discussão, primeiro temos de concordar sobre os princípios. Hoje, organizar um grande evento com a Copa, requer muito em termos de infra, aeroportos, é um grande investimento. Queremos que no futuro a Copa seja um evento sustentável, por isso estamos a favor de dividir em mais de uma sede, o que permitirá dividir por mais de um país os requisitos e investimentos necessários para atender às demandas de um evento desse tamanho. Não queremos excluir candidatos, muito pelo contrário. Queremos ter certeza de que voltamos à realidade e tem sido cada vez mais difícil para um país por sua conta sediar uma Copa do Mundo. Não queremos criar elefantes brancos, queremos garantir que o que for construído, se for necessário ser construído, seja útil para o país,” concluiu Infantino.

Fonte: fifa.com

Postado por: Nilton Silveira

Nenhum comentário:

LinkWithin

Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Ofertas

Receba todas as atualizações através do Facebook. Basta clicar no botão Curtir abaixo!

Powered By | Blog Gadgets Via Blogger Widgets